terça-feira, abril 28

Meu pote de mel.

Sexta, sábado, domingo e segunda. Foram 4 dias seguidos de ótimas ondas por toda costa catarinense. Quem foi pro surfe nesses últimos dias não tem do que reclamar. A forte ondulação de leste que encostou no litoral de Santa Catarina foi a melhor do ano, sem dúvida. Teve amigo meu que chegou a tomar Dorflex pra conseguir dormir de tão cansado e moído da remada. Surfei em Palmas nos 4 dias. Sexta-feira às 7 da manhã já tinham mais de 100 n'água. Por volta das 11 horas, eram quase 500! Isso mesmo, uns quinhentos no outside... e onda pra todo mundo! Não vi ninguém sendo rabeado, não ouvi discussões (bate-bocas), estava o maior astral com água quente, ventinho sul terral e séries constantes com ondas tubulares de até 1,5 metros quebrando para os dois lados. Palmas fica aqui do lado, distante cerca 60 Km ao norte de Floripa, no pacato município de Governador Celso Ramos. Quando o mar sobe de leste e o vento sul chega, as ondas no canto direito da praia (pote de mel) quebram com uma energia sem igual. É a nossa Puerto Escondido. É remar, botar pra baixo, se ajeitar e ver o lip jogar. A minha volta pra casa era sempre no meio da tarde já com o sol se pondo, de rádio desligado, com o vidro do carro aberto, sentindo o vento no rosto e agradecendo aos céus. Uma sensação que não dá pra explicar. Desculpem!

4 comentários:

Hugo Castro disse...

Irado Máurio, Palmas é altas.

Zinga bombou altas tb pelo menos até ontem. Domingo a crowd era absurda, nunca vi tanta gente na água!

Abraço!

Brisa Linhas Aéreas disse...

E aí, Máurio! To morando em Joinville agora e to me adaptando ao litoral norte do Estado. Sábado e domingo o Sumidouro funcionou de jeito em SFS. Peguei domingo e estava tão bom quanto o nosso canto direito de Palmas. Estive na Barra do Sul tb e com o mar grande deu pra ver bem: várias bancadas no meio do mar, perto daquelas ilhas que tem lá. Algumas pareciam até surfáveis. Só faltou um barquinho pra ir lá conferir. Mas os triângulos na beirinha da praia lá na Picama tb fizeram a cabeça! Um abraço! Fiu Faria

Anônimo disse...

Sou do tempo em palmas era um paraiso perdido..entre ganchos e armação da piedade..agora essa foto no seu blog mostra palmas completamente urbanizada!! graças a deus sou testemunha que o paraiso já existiu...alí nessas areas...!

Bira Schauffert

Anônimo disse...

Máurio, não pude deixar de comentar esse post... Inexplicável mesmo! Passo sempre por aqui, mas nunca tinha deixado um comentário, mas com Palmas assim, desse jeito...não resisti!

Aquele abraço! João (Itapirubá)