quarta-feira, março 26

Advinha quem ganhou?

Quase uma hora da manhã. Madrugada de quinta-feira aqui no Brasil. Sigo acordado, boquiaberto com o que acabo de conferir pela net – essa maravilha do mundo moderno.

Pude presenciar um verdadeiro espetáculo proporcionado por um cara que realmente nasceu para ser campeão. Bi, tri, tetra, penta, hexa, octa, e nem sei mais o que poderá vir...

Slater esteve novamente impecável! Foi mais uma atuação espetacular nas oitavas, nas quartas, na semi e também durante a final contra um difícil adversário, um determinado Bede Durbidge.

A vitória veio nos minutos finais quando a pressão estava toda sobre as suas próprias costas. Na direita que decidiu a fatura um aéreo muito alto, com as mãos na borda, para uma aterisagem perfeita e na seqüência um festival de rasgadas até a beira. Kelly tirou da onda o que precisava para virar o resultado e com certa folga badalou o sino.

Duas etapas. Duas vitórias incontestes. Tudo assim, fácil...

PS: Tô indo dormir, porém, antes não posso deixar de agradecer a Deus pelo dia que tive e, dessa vez a “Beach Byte” também vai entrar nas minhas orações...

Ah! Como é boa essa vida!

3 comentários:

jefferson lopes disse...

Quando todo mundo, inclusive os locutores, achavam que KS estava indo para o pico de Rincon, em Bells, para jogar a toalha, já que não aparecia uma onda para o americano esboçar uma virada, o maluco, que deve ter um pacto com o capeta, acha uma onda milagrosa e detona a onda e o australiano BD numa cajadada só. Não vai aparecer ninguém agora, pra dizer que "aquela onda não valia isso tudo". KS 2x0 no resto, pozolha!!!

Fábio disse...

É engraçado o que acontece com esse Durbidge,não sei se o subestimam ou o quê, mas ele tá sempre ali. Comendo pelas beiradas o mingau quente.

Rafael"tanga" disse...

Slater...Para quem disse que iria parar, está muito bem! hehehe! Tomara que continue assim...!
Esse sim é um fenômeno!