quinta-feira, setembro 17

Limpeza?

Eu até divulgo, dou força, me sensibilizo, mas não acredito nessas ações de beira de praia. Alguém aí mais exaltado vai gritar: Mas já é alguma coisa! Sinceramente, essas ações não me dizem absolutamente nada. O "Dia mundial da limpeza" aqui no Brasil deveria começar em cada casa, em cada canto desse país e depois uma esticada até Brasilia, no Congresso. Iam faltar lixeiras. Aí sim estariamos contribuindo para um planeta melhor. Não basta só puxar a descarga...

3 comentários:

Zé Augusto de Aguiar disse...

verdade, maurio: eventos de um dia parecem apenas servir à promoção dos organizadores dessas coisas. e o que adianta limpar um dia se neguinho, no seguinte, vai lá e suja tudo de novo? no mínimo esses lances tinham que rolar uma temporada inteira, um verão inteiro, por exemplo.
verdades também diz sobre o Machado: cool e solitário, mas com uma equipe por trás, filmando tudo, como pode???
grand abraço, e segura o HEPTA haha
zé augusto

Tora disse...

E em Brasília a limpeza poderia ser com "Napalm". Abraço

jefferson lopes disse...

Enquanto isso, as discussões com relação aos emissários submarinos que a Casan quer instalar em points da ilha segue pegando fogo...