sexta-feira, agosto 4

E ele chegou aos 50!


Ele foi campeão estadual justamente num dos piores anos de toda história do surfe profissional carioca. Etapas sem palanque com juízes sentados em cadeiras de palha pleno calçadão. Premiação favela, divulgação zero (será que melhorou)?

Na temporada seguinte ao título foi à luta. Montou currículo, vídeo com suas imagens e partiu em busca de alguém que pudesse bancá-lo. Conseguiu uma meia-dúzia de trocados e logicamente não foi a lugar nenhum. Como é dura essa vida de competidor!

Nos encontramos no outside algumas vezes e geralmente nossas conversas eram rápidas. Nas naites da outrora pacata Lagoa da Conceição, aqui em Floripa, demos boas risadas.

Num dos mundiais disputados numa Joaca gelada fez bonito. Acho que chegou até as quartas. Ou teria sido semi? O “degraçado” estava com a prancha no pé e acelerava de back-side nas longas esquerdas de 1,0m que enroscavam em direção ao meio da praia.

Como eu o conhecia fiz a ponte para um amigo que comprou uma de suas tábuas. Era uma 6´0, rabeta squash. Tinha uma pintura esquisita sobre a laminação e era assinada pelo seo Joca.

Meu camarada de idas diárias até a praia era um cara pesado e não se adaptou com aquela prancha, relativamente estreita e fina e ela acabou sobrando na minha. Que prancha boa! Foi uma espécie de comissão por tê-la conseguido por um “precinho” módico.

O tempo passou e voltamos a trocar umas idéias nas areias da Barra da Tijuca, isso há uns dois anos atrás. Eu de passagem pelo Rio de Janeiro, acompanhado pelo fotógrafo Basílio Ruy e cinceroneado pelo botafoguense (nem tudo é perfeito) Rick Werneck, colhia dados para a produção de mais uma edição do Surfe Guia Brasil.

Já totalmente fora das competições, vivendo um período de incertezas, apurrinhado com os caminhos que o surfe trilhava e cansado dos bastidores, Marreco estava muito afim de sair de cena.

Que nada! O “Istepô” deu a volta por cima e continua na lida. É bom vê-lo em ação no comando do seu blog Goiabada. Bons textos, por vezes sarcásticos, muitas curiosidades, e informações sempre em cima do lance. O surfe agradece!... E o que começou de forma despretensiosa ultrapassou recentemente os 50 mil acessos.

Notícias fresquinhas dão conta que nosso camarada vai ser papai. Dizem por aí, mas eu não afirmo que vem um Marrequinho aí...

O momento não podia ser melhor. Um brinde!

Nota: A foto lá do topo eu peguei do blog “Surfe Pensado”. Vale a visita!

Um comentário:

Julio disse...

vais dagavazinho pela ali, vais degavazinho meu filho...
Abrazzo
Julio