sexta-feira, janeiro 30

Falecimento

Notícia lamentável, muito triste para o surfe catarinense. Acabou de falecer, nessa tarde de sexta-feira 18h, em Florianópolis, vitíma de complicações pós cirurgica, Fábio Vieira o "Bolla", como era carinhosamente conhecido. Fabio Bolla era locutor oficial dos eventos da Fecasurf. De acordo com informações obtidas agora à noite no seu velório o seu sepultamento será nesse sábado, dia 31, no início da tarde, no cemitério do Itacorubi. Frederico Leite, presidente da Fecasurf decretou luto de 3 dias. Você poderá obter outras informações no site da Fecasurf. Saudades.

5 comentários:

Anônimo disse...

ESTARRECIMENTO!!!

Há 7 anos atrás minha esposa realizou esta cirurgia. Já antes mesmo havia tentado faze-lo com o primeiro medico que conheceu e eu a proibi. este medico estava com 3 cirurgias do mesmo tipo pra fazer. 2 morreram depois de ir para a UTI e o outro não tive mais noticia depois que soube que também tinha ido pra UTI. A simples preparação para a realização desta cirurgia envolve uma preparação psicológica enorme, para avaliar se a pessoa realmente está decidida a faze-la assim como o parceiro - marido ou esposa. Claro que não tenho idéia de como foi a preparação do Bolla e imagino que tenha sido a melhor possível, mas sei de muitos médicos que fazem sem ser especialista. Estive junto com minha esposa no Hospital das Clinicas em São Paulo antes da cirurgia. Lá existe um grupo formado por médicos, especialistas, operados, e futuros operados. Lá eles mostram o lado bom e o lado ruim desta cirurgia. Ela surgiu depois que descobriram que ao cortar uma parte do estomago para retirar um câncer, a pessoa tinha uma grande redução de peso. O problema é que a cirurgia é tão pesada que muitos dos operados precisam ser dirigidos diretamente para a UTI, para iniciar a recuperação lá. Se vc que está lendo esta mensagem ou tem alguém conhecido que pretende fazer, tente encaminha-la para um especialista no assunto, ou dirigi-la até o Hospital das Clinicas em São Paulo, para realizar o preparo necessário. Lá o Grupo de médicos realiza gratuitamente esta preparação através de palestras e depoimentos, já que não basta apenas ter vontade ou necessidade em fazer esta cirurgia. A avaliação tem que ser geral. Pra finalizar eu sou contra esta cirurgia, deveria ser feita em último caso, depois de tentar outros meios como hidroginástica, caminhadas. Tudo feito com muita força de vontade. No caso do Bolla, e não quero aqui me transformar em advogado do diabo, mas acho não havia uma necessidade tão grande em fazer esta cirurgia. Como exemplo pode servir pra muitos que pretendem fazer esta cirurgia. Pra mim eu comparo esta cirurgia a um acidente de carro em que a pessoa sai gravemente ferida na região abdominal e irá passar bons bocados durante a recuperação tendo que ficar em torno de 30 dias sem comer nada. Após estes 30 dias alimentasse apenas de sucos. Em 90 dias começa a dieta de papas. Carne vira chiclete para muitos. Não posso aqui indicar a melhor, já que esta cirurgia possui varias modalidades. Mas se eu fosse obrigado a fazer faria a que se coloca um balão no estomago, eliminando-se assim a necessidade de se cortar o estomago em mais de 80% do seu tamanho. Só pra completar sobre a minha esposa, há cerca de 3 anos atrás ele foi obrigada a refazer a cirurgia, já que nos 3 anos em que ela passou com a primeira cirurgia, não consiguia dormir, já que o refluxo era constante durante a noite. Dormia sentada por várias vezes, para conseguir dormir. A retificação foi feita com uma segunda cirurgia com um segundo especialista e ela pode voltar a ter uma vida quase normal, já que agora sem refluxos a noite. O médico deu a ela inclusive antes desta segunda cirurgia, menos de um anos de vida. O recado desta mensagem é pra que se considere muito antes de realizar tal cirurgia, buscando outras alternativas saudáveis, pois muitas destas cirurgias são irreversíveis. Se estiver decidido a fazer busque apoio, como conversar com o maior numero de pessoas que tenham realizado esta cirurgia, pois a maioria delas se põem a disposição para ajudar quem quer faze-la, converse com vários médicos e especialistas inclusive com psicólogos ou psiquiatras, que podem avaliar com mais precisão se vc esta preparado ou não para enfrentar o pós operatório, que é a parte mais complicada e dolorosa pra a pessoa e seu parceiro. Se puder informe-se sobre este encontro de médicos e operados que já acontece em quase todo o Brasil, com ênfase ao encontro no Hospital das Clinicas em São Paulo, onde se encontram os pioneiros e maiores especialistas na área. E principalmente, a saúde da pessoa e de extrema importância, mas a vida da pessoa, a nossa vida, tem uma importância maior ainda.

EDUARDO ROSA

Rafael disse...

Que meleca isso!
Grande Perda!

Surf4ever disse...

Perda irreparável.
Muito triste isso, que Deus o tenha e ilumine família e amigos.
Gustavo

Gustavo Cabral Vaz disse...

Soube da morte da Bola quase por acaso no domingo, fiquei chocado e muito triste. Tive pouco contato com ele nos últimos anos, mas comecei a trabalhar com surfe no jornal Noticiondas, que o Bola criou e comecializou no início dos anos 90. Lembro dele como uma pessoa de muito boa índole. Quero acreditar que foi por isso - por ser 'do bem' - que ele partiu tão cedo. Que a família tenha forças para aceitar a perda. Bola, havendo continuidade - tbém quero crer nisso - espero te encontrar quando eu também virar a página! Abs

Anônimo disse...

PERDA TRISTE
Um bixo que alegrava e contagiava a galera, tanto na praia como nos palanques surf.Que sua fmlia tenha forças para continuar. Do Bola, fica a boa lembrança e amizade.
Castro